I choose slow living.

25 de maio de 2019


Tudo começou no momento em que decidi que o meu foco nos próximos tempos seria poupar.
Poupar para criar uma nova marca de roupa e consequentemente deixar de comprar tanto.
Isto porque acredito que para alcançar-mos grandes sonhos, também é importante saber abdicar de várias coisas.

It all started the moment I decided that my main focus in the near future would be to save money.
I had to save money to create my new fashion brand and consequently stop buying so much.
This is because I believe that in order to achieve great dreams it is also important to know how to abdicate several things.


Deixei de comprar muita roupa e rapidamente percebi que, no fundo, nem precisava de comprar uma peça de roupa todos os meses. Todo o conceito de fast-fashion já deixou de fazer sentido para mim há muito tempo. Até porque a marca que estou actualmente a desenvolver vai exactamente contra esse mesmo conceito de consumo e irá apelar à moda ética, consciente e sustentável.
Depressa... surgiram-me várias ideias para reutilizar e criar roupa de forma a não sentir mesmo necessidade de ir a uma loja.
Quero muito partilhar essas mesmas ideias com todos vocês numa próxima publicação!

I stopped buying a lot of clothes and quickly realized that, deep down, I did not even need to buy a piece of clothing every month. 
The whole concept of fast-fashion has stopped making sense to me for a long time. 
Even because the brand I am currently developing goes exactly against this same concept of consumption and my brand will appeal to the ethical, conscious and sustainable fashion.
Quickly ... several ideas came up for me to reuse and create clothing so that I did not even feel like going to a store.
I really want to share these same ideas with all of you in an upcoming publication!




Toda a ideia de poupar fez-me ainda mais sentido no dia que assisti ao documentário "The Minimalists" que poderão encontrar na Netflix e que devem ver like now!
Depois de conhecer a história de Joshua Fields Millburn e Ryan Nicodemus, em que ambos viviam uma vida atarefada, onde o trabalho era a sua prioridade e onde o foco constante era o de ganhar mais e mais.

Faz-nos a todos pensar como estamos a viver a nossa vida e a custo de quê?

Tudo isto me fez reflectir verdadeiramente sobre a minha vida. 
Sobre a pessoa que quero ser no futuro. 
Sobre a pessoa que quero ser neste planeta. 
Sobre as minhas escolhas no dia-a-dia.

The whole idea of changing my lifestyle made even more sense on the day I watched the documentary "The Minimalists" that you can find on Netflix and you should see like now!
After knowing the story of Joshua Fields Millburn and Ryan Nicodemus, where they both lived a busy life, where work was their priority and where the constant focus was to earn more and more.

Makes us all think about how we are living our lives and at what cost?

All of this made me really think about my life. 
About the person I want to be in the future. 
About the person I want to be on this planet. 
About my choices on a daily basis.


Não quero ser uma pessoa que compactua com o capitalismo.
Não quero ser só mais uma pessoa que escolhe ignorar todos os problemas que afectam o nosso planeta.
Não quero viver uma vida em constante ansiedade e colocar em perigo a minha saúde mental.

Poderia continuar a enumerar mais acerca do "não quero", mas o importante não é enumerar os problemas mas sim focar nas soluções.
Escolher agir e através de pequenos gestos melhorar a nossa pegada ecológica.
Esta mudança será tudo um processo e tenho consciência que não conseguirei fazer mudanças drásticas de repente, mas o importante é começar com pequenas mudanças...
Simplesmente ir mudando aos poucos e poucos.
É muito isso que quero começar a mostrar aqui no Shewalksblog.
Tudo aquilo que vou mudança na minha vida.
Dar-vos opções e ideias de possíveis coisas que poderão mudar na vossa vida também em benefício do nosso planeta e para vocês próprios.
Quero ir mostrando um pouco do meu processo e até que possamos trocar ideias.

Porque juntos... juntos somos sempre mais fortes e chegaremos muito mais longe!

I do not want to be a person who is totally involved with capitalism.
I do not want to be just another person who chooses to ignore all the problems that affect our planet.
I do not want to live a life in constant anxiety and endanger my mental health.

I could continue to list more about "do not want", but the important thing is not to enumerate the problems but to focus on the solutions.
Choose to act and through small gestures improve our ecological footprint.
This change will be all a process and I am aware that I will not be able to make drastic changes suddenly, but the important thing is to start with small changes ...
Simply go changing little by little.
I want to show much more about my new lifestyle here on the Shewalksblog.
All that I will change in my life.
Give you options and ideas of possible things that may change in your life as well for the benefit of our planet and for yourselves.
I want to show a little of my process and we can even exchange ideas.

Because together ... together we are always stronger and we will go much further!


Sobre o conceito Slow living...

Slow living, um conceito que já conhecia mas que só começou a fazer parte da minha vida agora.
É um conceito de uma vida mais tranquila, mais plena... mais verdadeira.
Digo verdadeira, pelo facto de não existiram tantas distracções materiais e que nós faz olhar para nós. Para o nosso verdadeiro eu.
Uma forma de viver a vida com o foco não na quantidade mas na qualidade.
Na qualidade da forma como vivemos, como nos relacionamos com os outros e acima de tudo como nos relacionamos connosco próprios.
Quero desenvolver mais as mudanças que aconteceram na minha vida este ano em uma próxima publicação para entenderem o porquê de fazer tanto sentido esta nova vida. Slow living. 

Até lá, desafio-vos a reflectir um pouco na vossa vida e no que vos traz realmente valor.

About Slow living...

Slow living, a concept that I knew but only started to be part of my life recently.
It is a concept of a calmer, fuller, happier, truer life.
I say truer, because there is not so many material distractions and that makes us look at us. For our true self.
A way of living life with focus not on quantity but on quality.
In the quality of the way we live, how we relate to others and above all how we relate to ourselves.
I want to further develop the changes that have happened in my life this year in an upcoming publication to understand why this new life makes so much sense to me. Slow living.

Until then, I challenge you to reflect a little on your life and what really brings you value.

By Ester.
Shewalksblog

19 comentários

  1. hmmmm...eu gostava de conseguir abrandar, mas não acho possível...o meu maior vício é mesmo a ansiedade =P

    mas mais power para quem consegue, que não deve ser fácil começar a abrandar!

    http://tehteh25.blogspot.com

    xoxo

    ResponderEliminar
  2. Amei este artigo, inspiraste-me ainda mais!
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  3. Muito obrigado! :D

    Sou tão de acordo com tudo o que escreveste!!!
    Não consigo, sequer, acrescentar mais nada!

    NEW OUTFIT POST | STARTS NOW!!
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  4. I adore your haircolor so much,
    you look amazing my dear.

    take a look at my BLOG and my INSTAGRAM

    ResponderEliminar
  5. Can i just say i love ur hair ♡♡♡ and also this post was so insiring ♡


    Jadieegosh   Instagram GIVEAWAY

    ResponderEliminar
  6. É difícil comprar menos roupas, um grande desafio... Mas na verdade a gente percebe que nem precisa de tanto assim né?
    E que legal que você irá criar uma marca!! Compartilhe mais sobre isso aqui.
    Adorei suas fotos, são lindas! <3

    https://www.heyimwiththeband.com.br/

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito do teu artigo e concordo plenamente... e sim eu tb não tenho comprado tantas peças de roupa ultimamente até porque nem preciso assim tanto...

    https://checkinonline.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Olá Ester. Concordo com tudo o que dizes.

    Vi The Minimalists já há bastante tempo. Fica aqui a sugestão de um outro documetário sobre o custo da chamada fast fashion, chama-se The true cost. Esse sim abriu-me os olhos e tornou-me uma consumidora mais consciente.

    Boa sorte para o teu projecto. Beijinho. Vanda (Macau)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vanda, obrigada pela sugestão! Já tive oportunidade de ver o The true cost e só me fez estar ainda mais convicta que a moda fast fashion não é o caminho que quero seguir, nem como consumidora nem como criadora de uma marca de moda.

      Já tive oportunidade de ver outros documentários também igualmente interessantes e importantes, que irei partilhar aqui brevemente, porque todos temos que ter conhecimento sobre o que os Media gerais evitam abordar ou mostrar.

      Obrigada pela tua presença por aqui, beijinhos!

      Eliminar
  9. I'm in love with this post! <3 It's amazing <3
    NORALIC

    ResponderEliminar
  10. Fast fashion is something that needs to be stopped and also the brands that support it
    https://www.stylebasket.in

    ResponderEliminar
  11. This is such a good read, I'm glad I was able to read this because this is what I exactly need right now. Just like you, I stopped buying too and even decide to sell some of my clothes.

    https://sarahrizaga.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. Por acaso nem sou de comprar muita roupa, 3/4 vezes por ano, ou quandoo preciso :)
    não ligo a modas ou tendências e isso faz-me não gastar tanto dinheiro, no entanto no que toca a maquilhagem é o contrário :x

    beijinho

    DREAMS OF A PRINCESS

    ResponderEliminar
  13. This is so true and this is a trend that is growing in particular with the real younger generation. I too have stopped buying fast fashion. I won't say I will never buy another FF piece but for the most part I am not buying it. The H&M by Penn Station here in NY closed so I really do this is a growing trend.

    And when my 13 niece was here from Paris all she wanted to do was buy pre-loved/thrift clothes and knew all the spots, she did her research! I took her to the great second hand shops in Brooklyn and even made a YouTube video about it lol. But this is an important topic for sure.

    Allie of
    www.allienyc.com

    ResponderEliminar
  14. God, you're so beautiful, I love your hair! I also agree with you, sometimes to achieve something great you need to take things slow and make the time to think about the next move. :)


    http://www.couture-case.com

    ResponderEliminar
  15. Adoro este conceito, e sou totalmente a favor de consumir menos! Vou ter de ver esse documentário. E estás tão linda. <3

    ResponderEliminar
  16. Que fotos tão lindas! Eu também tento ter uma atitude mais consciente em relação à minha vida. Continuo a comprar fast fashion, principalmente por motivos económicos, é muito mais barato. Mesmo assim, não compro assim tanta roupa, só quando preciso mesmo ou quero mesmo muito alguma peça. O que me deixa mais de consciência tranquila é o facto de eu ter muitas peças em segunda mão.

    http://purflefox.blogspot.pt

    ResponderEliminar